Qual a importância do educador físico para o desenvolvimento dos alunos?

Qual a importância do educador físico para o desenvolvimento dos alunos?

Entenda como esse profissional é essencial para a saúde de crianças e adolescentes.

No primeiro dia do mês de setembro, comemoramos o dia do educador físico, profissional essencial para o desenvolvimento físico, mental e pessoal de crianças e adolescentes no ambiente escolar! Neste texto, nós reunimos algumas das contribuições expressivas desse profissional para a rotina dos alunos em todas as fases escolares. Acompanhe!

Valorização do exercício físico

A prática esportiva é recomendada por especialistas em todas as fases do desenvolvimento de crianças e adolescentes. E dentro do ambiente escolar, é o educador físico que propõe o contato dos alunos com exercícios variados e diferentes esportes! Assim, esses profissionais incentivam o amadurecimento das capacidades motoras desde a infância, por meio de diversas modalidades esportivas. Com base nos conhecimentos técnicos desse profissional, é possível desenvolver um plano de aulas adequado para cada faixa etária, respeitando os processos individuais de cada aluno!

Inicialmente, as crianças devem entrar em contato com as atividades físicas de maneira lúdica. Sendo assim, o ato de correr com os amigos ou com bolas e outros instrumentos esportivos é extremamente interessante para as crianças entre 2 e 3 anos de idade, já que essas atividades permitem que elas se movimentem de maneira apropriada. 

A prática de esportes, por outro lado, é indicada apenas após o desenvolvimento das capacidades motoras. Dessa forma, o ideal é introduzir as crianças ao universo dos esportes e aos seus fundamentos depois que elas completam 6 anos de idade. Já o treinamento esportivo voltado às competições é interessante para os pré-adolescentes e adolescentes, depois dos 12 anos.

Hábitos saudáveis desde cedo

Os educadores físicos também estão alinhados com as propostas pedagógicas da escola. Afinal, a prática de esportes complementa a metodologia adotada pela instituição de ensino, transformando-se em uma ferramenta de ensino! Em muitos casos, por exemplo, é possível encontrar alunos com grande predisposição às atividades físicas, dispostos a participar das aulas e aprender com as novas experiências corporais proporcionadas. Por outro lado, outros jovens pode não se sentir atraídos pelo tema. Nessa situação, é papel do educador físico procurar por alternativas de atividades que atraiam os diferentes grupos e, assim,  estimulem o gosto pela prática desportiva. 

Além disso, esses profissionais podem investir na realização de palestras, rodas de conversa e aulas temáticas com o objetivo de conscientizar os alunos sobre a importância de praticar atividades físicas regulares e quais são os seus benefícios para a nossa saúde. Também é interessante destacar que esse profissional auxilia na compreensão do papel que a alimentação saudável tem na manutenção do nosso bem-estar durante todas as fases da vida. Como resultado, o profissional de educação física irá cultivar em seus alunos desde cedo o interesse pela prática de esportes e a preocupação com a saúde, garantindo maior qualidade de vida na infância, adolescência e vida adulta.

Desenvolvimento com repertório corporal diversificado

As pautas metodológicas das aulas de educação física devem ser pensadas com o objetivo de dialogar com cada um dos períodos escolares. Dessa forma, o educador físico também aposta na apresentação da pluralidade de esportes ao longo de todo esse processo, para que os seus alunos sejam incentivados a criar um repertório corporal mais amplo!

Quando o professor proporciona o contato com diferentes modalidades - como o atletismo, o futebol, o tênis de mesa ou o judô - abre espaço para que as crianças e os adolescentes exercitem a sua curiosidade e também tenham a oportunidade de construir o seu interesse por diversas áreas esportivas. Por isso, a preocupação desses profissionais em promover um conhecimento ainda mais amplo sobre os esportes faz uma diferença e tanto para a formação dos alunos.

Competitividade positiva e espírito de equipe

O estímulo à prática de exercícios também acontece em momentos que se estendem para além das aulas de educação física, pois o educador físico também atua na promoção de eventos esportivos dentro da instituição de ensino. Através da organização de gincanas esportivas entre alunos, integrando os estudantes das turmas do Ensino Fundamental II ou do Ensino Médio, os jovens podem competir lado a lado no evento, criar novos laços de amizade e desenvolver um espírito saudável de competitividade. 

O incentivo à prática esportiva deve ser uma preocupação de toda a sociedade, e por isso a instituição escolar tem um papel muito importante na promoção da prática de esportes na grade curricular. Dessa maneira, a atuação dos educadores físicos faz toda a diferença, já que é o seu conhecimento técnico e seu papel na comunidade escolar que garantem um desenvolvimento saudável para as crianças e para os adolescentes! 

Se você gostou desse texto, aproveite a visita ao nosso blog e confira outros textos sobre a necessidade de estar atento ao desenvolvimento dos alunos na escola: 

Por que eventos escolares são tão importantes?

Como desenvolver o pensamento crítico em seus alunos

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO DOM BOSCO