Como desenvolver o pensamento crítico em seus alunos

Saiba como trabalhar diferentes opiniões e questionamentos em sala de aula.

Saiba como trabalhar diferentes opiniões e questionamentos em sala de aula.

A necessidade de desenvolver o pensamento crítico também dentro da sala de aula está cada vez mais presente nos debates entre educadores, pesquisadores e pais. Estimulando a curiosidade, a mente das crianças e adolescentes estará mais aberta e preparada para as reflexões que surgirem no decorrer de suas vidas. Por isso, reunimos algumas sugestões para você colocar em prática no ambiente escolar. Confira!

Aposte na música

A prática musical estimula as habilidades sensoriais e criativas, pois o contato com os sons desperta a sensibilidade artística. Já com as letras, há o aprendizado da linguagem. Equilibrada com os conteúdos aprendidos na escola, a música aprimora as competências sociais e culturais do aluno, além de expandir a bagagem cultural devido ao contato com artistas do mundo todo. A escola pode oferecer aulas de música, com opções de tocar instrumentos ou canto, e organizar apresentações musicais.

Promova atividades teatrais

O teatro ajuda a desenvolver as habilidades intelectuais e motoras dos jovens. No palco, a criatividade, a postura e a concentração são trabalhadas e aprimoraram o trabalho em equipe, já que todos devem estar em sintonia para haver uma boa performance.

Os roteiros das peças podem abordar situações rotineiras de maneira criativa, gerando uma discussão saudável sobre temas sociais relevantes, como tolerância, respeito ao próximo e amizade. É interessante criar situações envolvendo personagens famosos, por exemplo, e trazer a história para a realidade dos estudantes ou criar um cenário onde os alunos possam expressar seus pontos de vista, expandindo suas próprias ideias sobre tal assunto.

Incentive a  leitura

A criação de grupos de leitura, a troca de livros entre os alunos e as idas à biblioteca devem ser incentivadas para que o gosto por ler sobre diversos assuntos torne-se um hábito, desenvolvendo o intelecto dos jovens e facilitando a comunicação com os outros. É fundamental quebrar as barreiras que associam a leitura com algo praticado apenas dentro da escola, por isso é importante que os pais participem dessa atividade com os filhos em casa, além de incentivá-los a escrever as próprias histórias.

Faça questionamentos

Comece com perguntas que façam os alunos refletir sobre os temas discutidos. A partir das suas respostas, o pensamento crítico será desenvolvido, inclusive por conta das diferentes opiniões que serão compartilhadas pelos  estudantes. Os pontos de vista dos alunos devem ser demonstrados por eles e as divergências devem ser trabalhadas para treinar a tolerância. A argumentação e a troca de ideias são fundamentais para que o aluno reconheça quando está usando  justificativas erradas, por exemplo. E tudo isso começa com uma pequena questão que pode ser levantada no começo da aula!

Diferencie o aprendizado

Dê aos alunos um texto e indique livros e filmes que contextualizem esse mesmo assunto trabalhado em sala. Variar as maneiras de se aprender tornam a experiência mais atraente e prazerosa, principalmente para as crianças. A partir daí, podem ser sugeridas tarefas de casa  que trabalhem ainda mais o raciocínio do aluno sobre o assunto, como a criação de uma dissertação.

Colocando essas sugestões em prática, os alunos vão experimentar momentos de reflexão e observação sobre o mundo e a sociedade em que vivem. A escola é um dos primeiros lugares onde as crianças lidam com essas questões e aprendem o “porquê das coisas”. Por isso, as atividades e dinâmicas são importantes para  que eles se tornem pessoas conscientes de seus atos e compreensivas diante das diferenças que poderão observar durante o seu desenvolvimento.

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO DOM BOSCO