Qual é o momento certo para começar a ensinar matemática para as crianças?

Qual é o momento certo para começar a ensinar matemática para as crianças?

Veja quando e como introduzir a matemática para o seu filho!

Além de estar muito presente no nosso dia a dia, a matemática também está incluída em diversas outras disciplinas, como física, química e até geografia, transformando-a em uma área fundamental do conhecimento e da vida escolar. Mas você sabia que desde cedo os pais podem apresentar as primeiras noções do pensamento matemático para as crianças? Veja as nossas dicas!

Ensino da matemática antes da escola

É possível ensinar noções simples de lógica matemática para as crianças. Mesmo que os pequenos estejam em fase pré-escolar, apresentar esses conceitos faz com que eles comecem a se familiarizar com os números. Isso porque nessa fase as crianças apresentam um intenso desenvolvimento cognitivo, principalmente em relação à linguagem.

O mais importante durante essa fase é introduzir os conceitos a partir de situações simples do cotidiano, uma espécie de “conversa de matemática”, como defende a pesquisadora Taniesha A. Woods, no livro Mathematics Learning in Early Childhood. Há uma série de exercícios que seguem esse princípio. Confira alguns exemplos:

Apresentando os números

Ensine as crianças a contar alguns números, inclusive de trás para frente. Para não transformar a contagem em uma mera repetição musical da fala dos pais, associe os números com objetos. Você pode utilizar algumas maçãs ou laranjas, por exemplo, para apresentar a ideia de quantidade. Também é possível usar os dedos para contar de 1 até 10.

Ensinando operações básicas

À medida que a criança desenvolve a fala, você pode introduzir conceitos matemáticos, como operações de substração e de adição. Pegue objetos comuns do dia a dia e proponha exercícios com frases como: “se você tem duas laranjas e ganha uma, fica com 3” ou “se você tem 3 maçãs e dá uma para a mamãe, fica com 2!”.

Trabalhando noções de espaço e geometria

É possível encontrar bons jogos que desafiam as crianças a encaixar diferentes formas geométricas em um tabuleiro, por exemplo. Além disso, experimente ensinar outros conceitos de geometria espacial, utilizando palavras como “acima”, “abaixo”, “atrás”, “de frente”, que ajudem o seu filho a criar uma melhor noção de localização no espaço.

Ensino de matemática após a entrada na escola

É importante reforçar que todos conceitos aprendidos durante a fase inicial do desenvolvimento infantil serão aprofundados e aprimorados na escola. Segundo a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), definida pelo Ministério da Educação (MEC), "o Ensino Fundamental deve ter compromisso com o desenvolvimento do letramento matemático, definido como as competências e habilidades de raciocinar, representar, comunicar e argumentar matematicamente”.

Para isso, o MEC define 5 eixos temáticos para essa fase: Números, Álgebra, Geometria, Grandezas e Medidas, e Probabilidade e Estatística. A proposta é que o nível de dificuldade de cada eixo aumente com o passar dos anos escolares. Por causa desse caráter evolutivo, o desenvolvimento do conhecimento, sobretudo da matemática, precisa de bases sólidas.

A dificuldade, ao contrário, pode atrapalhar o desempenho escolar dos alunos. Criar as primeiras noções de raciocínio matemático desde o início da infância ajuda a estabelecer uma relação mais próxima e até mais positiva com a área, além de potencializar a compreensão dos assuntos vistos em sala de aula.

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO DOM BOSCO