Protegendo as crianças contra a dengue

Todo início de ano, a dengue assombra pais e familiares.  Conheça métodos eficazes para proteger as crianças!

Todo início de ano, a dengue assombra pais e familiares. E não é para menos: segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a dengue é uma das principais moléstias do mundo, atingindo entre 50 a 100 milhões de pessoas anualmente, em mais de 100 países*.
 
É verão, período do ano com muito calor e chuvas pontuais. Por isso, é a época em que as incidências de larvas de mosquitos podem aumentar. E, se ao invés de estar brincando ou estudando, seu filho estiver quieto, sem apetite, reclamando de dores de cabeça e no corpo, e passando a ter febre, é preciso estar atento.
 
Nas crianças, principalmente nas menores, os efeitos da dengue podem ser muito dolorosos, afinal, elas não têm a imunidade totalmente desenvolvida. Com isso, o diagnóstico com um profissional deve ser feito logo que surgir o primeiro sintoma.
 
Prevenção
 
A melhor forma de prevenção da dengue é evitar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, eliminando a água armazenada em possíveis criadouros espalhados em sua casa, como vasos de plantas, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas. Para evitar a picada do mosquito, é necessário um conjunto de medidas, começando pela eliminação dos locais de reprodução do mosquito.
 
Mas como o risco do criadouro de mosquitos não está restrito à sua casa, confira outras formas de como proteger as crianças:
 
1 - Utilizar espirais ou vaporizadores elétricos, ao amanhecer do dia ou próximo ao pôr do sol (horários em que os mosquitos da dengue mais picam).
 
2 - Usar mosquiteiros
 
3 - Instalar telas protetoras em janelas e portas
 
4 -  Se possível, investir na refrigeração do quarto: a baixa temperatura inibe o mosquito.
 
E lembre-se de não utilizar qualquer repelente ou método caseiro para se proteger. Para isso, utilize informações de sites institucionais, como o do Ministério da Saúde e das secretarias estaduais e municipais de saúde.
 
 
*Fonte: Ministério da Saúde: http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/dengue/descricao-da-doenca

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO DOM BOSCO