O que abordar em uma reunião de pais?

O que abordar em uma reunião de pais?

Entenda como transformar esse encontro em uma oportunidade para discutir ideias!

A reunião de pais e professores é um momento muito importante, mas repleto de desafios para educadores, não é mesmo? Além de preparar o encontro, é preciso ser cuidadoso e proporcionar dinâmicas apropriadas, dando atenção a todas as famílias presentes. Para ajudar nessa preparação, nós organizamos algumas sugestões que irão transformar esse compromisso em uma experiência recompensadora! Confira:

Parceria entre família e escola

O desempenho dos alunos costuma ser ainda melhor quando os pais participam de suas vivências escolares, se interessam pelo seu dia a dia e incentivam o exercício dos novos conhecimentos também em casa. Assim, a parceria entre a família e a escola é fundamental para que as crianças e os adolescentes se desenvolvam e também se sintam seguros ao longo dos anos escolares.

Por isso, os educadores devem aproveitar a oportunidade da reunião para reforçar a importância dessa parceria. Esse momento pode trazer contribuições interessantes, já que as famílias poderão expor suas percepções sobre o trabalho que vem sendo realizado pela instituição, enquanto a escola também terá a oportunidade de conhecer um pouquinho mais sobre cada família.

Prepare-se para o encontro

A reunião de pais e mestres precisa ser planejada com alguma antecedência, permitindo que ambas as partes se preparem para o encontro. A escola, por exemplo, deve notificar a família sobre a reunião algumas semanas antes do compromisso, permitindo que os familiares se organizem e também tenham tempo hábil para notificar a instituição em caso de ausência.

Já os educadores precisam definir em conjunto e com clareza quais serão os principais objetivos da reunião, alinhando os temas com a coordenação pedagógica e a direção. Em alguns casos, pode ser interessante enviar um pequeno memorando aos pais, já mencionando quais serão esses tópicos. Também vale ter em mente qual é o horário para encerrar a reunião, e em que momento a família terá atendimento individual com os professores.

Acolhimento é fundamental

A reunião de pais é uma oportunidade saudável para a troca de impressões, mas essa dinâmica só é possível se a escola promover um clima de acolhimento durante o encontro. A instituição deve dar os primeiros passos e ter a certeza de que os pais estão confortáveis com a discussão.

Além disso, é muito positivo permitir que eles conheçam as instalações e os espaços que os seus filhos frequentam todos os dias. Expor os trabalhos dos alunos também pode ser uma oportunidade interessante para que eles se sintam mais próximos da instituição de ensino e parte do processo de desenvolvimento dos pequenos.

Diálogo é muito importante

Promover dinâmicas com os pais durante o início de cada reunião pode ser uma boa oportunidade para aproximar a família do ambiente escolar. Os educadores podem promover a leitura conjunta de um texto, como sobre o processo de aprendizagem, ou mesmo aplicar uma atividade que faz parte da rotina dos alunos.

Após as apresentações, é interessante salientar que nessa etapa coletiva da reunião, não devem ser abordadas as questões pessoais de cada aluno. Casos isolados ou situações que demandam maior atenção e dedicação dos educadores devem ser abordados individualmente com cada uma das famílias.

Por isso, uma sugestão interessante é realizar uma pesquisa prévia com os pais, alinhando todas as preocupações. A escola pode enviar um breve formulário digital às famílias, no qual elas podem discorrer sobre o temperamento de seus filhos, suas dificuldades ou demais questões que gostariam de abordar em profundidade.

Avalie a qualidade do encontro

É muito produtivo quando pais e professores podem dar um feedback sincero sobre o encontro. Os pais devem ter a oportunidade de falar sobre as suas percepções, assim como os professores devem ter espaço para abordar suas opiniões e as perspectivas para o bimestre ou semestre letivo.

Portanto, formalizar as pautas discutidas no encontro por meio do envio de uma ata  pode ser uma opção positiva para resgatar e reforçar as ideias discutidas, e ainda informar as famílias que não puderam estar presentes.

Dicas importantes

  • Traga sempre assuntos pertinentes ao desenvolvimento infantil, como a importância da alimentação saudável ou o uso de tecnologia, por exemplo.
  • Seja respeitoso com os horários estabelecidos e dê a opção de agendar outros momentos para os pais que não puderem comparecer na ocasião combinada.
  • Marque encontros individuais com todos os pais, garantindo que eles irão receber feedbacks personalizados sobre o desenvolvimento dos seus filhos.

 

A reunião de pais e professores é um momento fundamental para a construção de uma relação saudável entre a comunidade escolar e a família. Quando bem organizados, esses encontros podem ser extremamente produtivos e recompensadores para ambas as partes. Por isso, os educadores devem estar atentos às necessidades e demandas dos pais, proporcionando o contato adequado com todos!

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO DOM BOSCO