O papel do monitor na formação dos alunos

O papel do monitor na formação dos alunos

Profissional pode ajudar os alunos a lidar com conflitos e divergências e auxiliar nas soluções pedagógicas.

Cada profissional da educação tem sua relevância na formação dos alunos, inclusive as pessoas responsáveis por transitar pela escola e estar sempre presente para resolver assuntos urgentes, conhecidos como monitores, inspetores ou bedel. Ao contrário do que muitos pensam, esse funcionário não auxilia apenas na segurança dos alunos em ambiente escolar, mas contribuem para reforçar a confiança entre a escola e os estudantes.

Monitores também são educadores e cabe à equipe gestora realizar ações formativas para que eles saibam como interagir com as crianças e os adolescentes nos diversos espaços da instituição de ensino. Além disso, é importante treiná-los entender os alunos a gerenciar possíveis conflitos.

A partir de um bom preparo, eles estarão aptos a fornecer informações importantes sobre o comportamento dos alunos que poderão ajudar orientadores, professores e gestores a solucionar problemas pedagógicos e planejar intervenções.
Algumas das atribuições dos monitores que favorecem a análise da convivência são:

- Acompanhar o processo de adaptação dos alunos novos na escola e dos que estão nas séries iniciais de um segmento, sobretudo no início das aulas;

- Analisar o grupo em diferentes contextos: como ele se organiza, os espaços que ocupa, as brincadeiras e os jogos que privilegia no dia a dia;

- Observar os valores que circulam longe do olhar dos professores;

- Investigar as relações de poder existentes entre os alunos, reconhecendo as lideranças e os que se submetem a elas.

Optar por treinar monitores é uma estratégia interessante para muitas instituições, pois estarão no caminho certo para promover a melhoria da relação da escola com os alunos.

Fontes:
gestaoescolar.org.br/conteudo/523/o-papel-do-monitor-inspetor-ou-bedel-na-formacao-dos-alunos
 

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO DOM BOSCO