INTERACIONISMO LEVADO A SÉRIO

INTERACIONISMO LEVADO A SÉRIO

Quase todos os dias Shirley Palamedi, ex-professora de informática da escola Mania de aprender, era chamada por outros professorespara dar suporte técnico sobre a lousa digital Dom Bosco. As consultas eram tantas, que havia uma perda de 10 a 15 minutos de aula, além da limitação do uso da tecnologia, que não era explorada.

Foi nesse contexto que as diretoras Letícia Garcia El Kadri e Valéria Garcia Castro decidiram criar a função de coordenadora tecnológica. Shirley foi convidada a assumir o novo cargo e ficar à frente da capacitação desse professor sobre o uso da tecnologia. Mas a responsabilidade dela foi além.

A coordenadora tecnológica também passou a ser responsável por auxiliar os professores na construção de conteúdo, com edições de vídeo e áudio, além de criar apresentações muito mais interativas com recursos multimídia. “Agora, quando o professor entra em sala ele explora melhor todas as funcionalidades da lousa, deixando a aula mais interessante, o que ajuda a aumentar o engajamento dos alunos”, diz Letícia.

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO DOM BOSCO