Confira 6 atividades divertidas para exercitar o cérebro

Confira 6 atividades divertidas para exercitar o cérebro

Atividades ajudam a melhorar a memória e a deixar o raciocínio mais rápido.

Assim como o resto do corpo, o cérebro se cansa e envelhece. Então é preciso exercitá-lo diariamente para mantê-lo “em forma”. Se o cérebro estiver bem treinado será mais fácil realizar uma prova, lembrar facilmente das coisas, aumentar a capacidade de raciocínio e de absorver informações.

Pesquisas revelam que uma pessoa que incentiva o cérebro desde jovem garante que sua memória e raciocínio se estendam por mais tempo ao longo da vida, principalmente na terceira idade.

Veja uma lista de cinco atividades divertidas que ajudam a manter o cérebro afiado.

Ler por prazer: Pode ser uma revista de entretenimento, um livro de romance antigo ou notícias de um jornal online, não importa o tipo de leitura, o importante é ler e gostar do que está lendo. Isso estimula a formação de novas conexões cerebrais e aumenta a capacidade de absorver informações.

Tocar um instrumento: Aulas de música, inclusive para crianças, são capazes de proporcionar inúmeros benefícios. Pesquisadores dizem que são capazes de melhorar a memória e aumentar a capacidade de resolução de problemas. Além disso, crianças que tocam instrumentos apresentam maior capacidade de raciocínio lógico e mais facilidade para solucionar problemas e equações.

Praticar exercícios físicos:
Ao realizar atividades físicas, o corpo libera na corrente sanguínea uma proteína chamada BDNF, capaz de estimular o crescimento nervoso, melhorar a memória e a capacidade de concentração.

Aprender um novo idioma: Enquanto aprende um novo idioma, o aluno exercita simultaneamente 4 regiões do cérebro. Estudos apontam que pessoas fluente em mais de uma língua possuem maior volume de massa cinzenta nas regiões cerebrais responsáveis pela linguagem.

Investir no aprendizado acumulativo: Aprendizado acumulativo está ligado a qualquer tarefa que exija um processo de ensinamento por etapas. Por exemplo, a matemática: ela começa com contas básicas, passa por níveis medianos até atingir problemas complicadíssimos que envolvem muitas fórmulas. Esse método ajuda a aprimorar a memória e aumentar a capacidade de resolver problemas.

Jogos e quebra-cabeças: Quantos mais aplicativos são instalados no celular, mais funções ele é capaz de desempenhar. Podemos comparar o celular com o cérebro. Palavras cruzadas, quebra-cabeças, jogos de adivinhação e estratégia funcionam como “aplicativos cerebrais”, que ajudam a acumular novas funções, estratégias e informações.


Fonte: www.noticias.universia.com.br/carreira/noticia/2015/09/29/1131787/6-atividades-divertidas-exercitar-cerebro.html#
 

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO DOM BOSCO

Este website não coleta dados de menores de 12 anos.

agreedAge*
Verify recaptcha to submit form

Ao enviar os dados acima, eu concordo em receber e-mails e mensagens através do WhatsApp do Dom Bosco e outras marcas Pearson. Ver política de privacidade. Ver Política de Privacidade.