Como elaborar um cronograma de estudos

Como elaborar um cronograma de estudos

Veja nossas dicas de como elaborar um cronograma de estudos.

Por mais que estudar seja uma tarefa que estamos habituados a realizar no período escolar, nem sempre é fácil revisar conteúdos diariamente, manter o ritmo de estudos e se organizar da melhor maneira possível.

Quantas vezes você deixou de lado os exercícios para olhar as redes sociais e nunca conseguiu ter novamente a atenção necessária para continuar? Esse tipo de situação é comum e muitas vezes é responsável por causar frustração e ansiedade nos alunos, principalmente os que estão em fase de vestibular.

A seguir estão algumas dicas para socorrer todos os estudantes que hora ou outra passam por problemas na organização dos estudos. Confira como elaborar um cronograma de estudos.

Faça um planejamento por escrito: não importa se será na agenda, numa folha solta, num quadro, no caderno, etc., o importante é não apenas pensar em se organizar, mas passar tudo para o papel. Isso ajudará a lembrar o que fazer, além de rever se dará tempo para tudo que idealizou para um único dia ou semana. Marque as matérias e conteúdos que irá estudar, além de estipular um horário e intervalo para cada atividade. Lembre-se de considerar outras atividades que fazem parte da semana, como academia ou aulas de idiomas.

Divida o cronograma em meses, semanas e dias: essa dica é preciosa para aqueles que estão se preparando para o ENEM ou vestibular, mas também serve para outros alunos se planejarem melhor desde o início do bimestre ou semestre. Distribua os conteúdos, datas de provas ou simulados de forma que você consiga visualizar as metas de estudos em cada dia, semana e mês.

Defina disciplinas, assuntos e quantidade de exercícios: escreva qual matéria irá estudar, o assunto específico, as revisões e exercícios. Separe pelos conteúdos que você tem mais facilidade e os que você tem mais dificuldade. Crie legendas para elas destacando as que exigem mais esforço, as que precisam de dedicação média e as que demandam menos de você. Assim, é mais fácil ver como elas serão distribuídas no cronograma, de acordo com suas atividades diárias.

Agrupe as disciplinas estudadas em um dia por conteúdos semelhantes:
cada matéria ativa comportamentos distintos no cérebro e exige níveis de concentração diferentes. Por isso, é melhor manter tópicos parecidos em um mesmo dia.

Faça um check list ao final dos estudos: mais importante que estipular tarefas, é dizer a si mesmo que cumpriu a meta – ou pelo menos chegou perto. Por isso não esqueça de marcar o cronograma a medida que você o cumpre ou não, assim é possível checar o que está dando certo ou não para futuras correções na sua organização.

Se não está dando certo, repense o cronograma: confira o que está conseguindo cumprir e não tenha medo de reprogramar as atividades. Por exemplo, talvez você perceba que estudar cinco horas por dia não é o ideal e só está rendendo por quatro horas seguidas. Por isso é importante rever o cronograma após algumas tentativas em segui-lo.

Fonte: guiadoestudante.abril.com.br/estudo/saiba-como-elaborar-um-cronograma-de-estudos-infalivel
 

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES DO DOM BOSCO